O apoio foi expressado por presidentes de TCs presentes na Primeira Reunião Extraordinária Temática do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas em 2021.

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) não desistiu de restringir a circulação de ônibus do transporte coletivo em Curitiba e ainda ganhou o apoio de outros Tribunais de Contas pelo país. O presidente do Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC), Joaquim Alves de Castro Neto (Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás), manifestou solidariedade ao presidente do TCE-PR, Fabio Camargo, pela decisão adotada na última sexta-feira (19) e cassada pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) no mesmo dia.

O apoio foi expressado por ele e por outros presidentes de TCs presentes na Primeira Reunião Extraordinária Temática do CNPTC em 2021, realizada por videoconferência na manhã desta segunda (22). A medida do TCE-PR foi tomada com o objetivo de conter a propagação do novo coronavírus no momento mais grave desde o início da pandemia na capital do Paraná.

Na decisão cautelar, o Tribunal determinou que fosse assegurado o fornecimento de transporte público aos trabalhadores da área de saúde e demais atividades consideradas essenciais, inclusive de vacinação contra a Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *