O ex-deputado Fernando Francischini (PSL) fez pessoalmente o convite para que o ex-ministro da Justiça Sergio Moro se filiasse ao União Brasil para disputar a presidência da República em dois de outubro, no ano passado, desde então o ex-juiz da Lava Jato se filiou ao Podemos, passou a ser a principal opção aos nomes de Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva.

Ao mesmo tempo Sergio Moro descobriu problemas para se tornar um “player” tão forte como os principais adversários a corrida pelo Palácio Alvorada: o Podemos não tem tempo de televisão e de rádio, fundo partidário, fundo eleitoral e descobriu que o senador Alvaro Dias o quer apenas para tentar viabilizar a reeleição.

Hoje, a melhor opção para Sergio Moro é reavaliar qual será o caminho viável para se tornar presidente, com certeza o União Brasil encurtaria o caminho.

Ontem, em entrevista ao Pan News TV, a presidente nacional do Podemos, Renato Abreu, admitiu a existência de uma movimentação dentro da própria sigla para encorpar a candidatura de Sergio Moro.

As Informações são de Blog do Tupan

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *