A insistência em ajudar os empresários do transporte coletivo (somente nos últimos 360 dias foram quase R$ 300 milhões) e a continuidade nos gastos com revitalização do asfalto pode estar afetando as finanças da gestão do prefeito Rafael Greca, que está preparando um segundo plano de reajuste fiscal, aumentando impostos e cortando conquistas dos servidores.

Segundo assessores próximos a Greca, projetos aumentando o ITBI e o IPTU estão em avançado estado de gestação e outros pontos também serão modificados, como o corte no vale transporte oferecido pela administração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *