Em decadência política desde janeiro de 2019 com a chegada do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) ao Palácio Iguaçu, membros da cúpula do Progressistas estão espalhando no interior do Paraná de que o partido do governador pode ser esvaziado caso Gilberto Kassab apoie a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na eleição de dois de outubro de 2020.

Também especulam a chegada de Ratinho Junior a legenda, juntamente com o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, no PP, dominado pelo líder de Jair Bolsonaro, Ricardo Barros.

Quem conhece os bastidores de política dos pinheirais sabe que isso dificilmente vai ocorrer sem uma dança muito grande no comando da sigla.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *