Concessionária, que administra trecho da BR-277, informou que uma decisão judicial derrubou o congelamento das tarifas, de dezembro do ano passado, determinado pela Agepar.

A concessionária Ecovia, que administra os trechos da BR-277 e das PRs 508 e 407, entre Curitiba e o litoral do Paraná, anunciou aumento de 7,6% nas tarifas de pedágio.

Segundo a empresa, o reajuste passa a valer a partir desta quarta-feira (12).

A Ecovia informou que obteve uma decisão judicial que suspendeu o congelamento das tarifas que havia sido imposto por uma resolução da Agência Reguladora do Paraná (Agepar).

O deputado Requião Filho solou o verbo veja:

reprodução: instagram Requião Filho

Cadê a ação desse desGoverno? Ir pra TV falar que é um “estupro” não resolve o problema! Cadê os indignados com o pedágio? GENTE, VAMOS ACORDAR!!!! Até quando essa situação?

Pra quem vai descer para o litoral, os novos valores sobem para: motocicletas = R$ 11,70; automóveis = R$ 23,30 (somente o veículo), R$ 35,00 (com carreta de um eixo simples) ou R$ 46,60 (com carreta de eixo duplo); veículos comerciais = R$ 19,50 (por eixo); ônibus = R$ 23,30 (por eixo). comentou o deputado em sua rede social.

Deputado Requião Filho

A decisão da Agepar impediu a concessionária de realizar o reajuste previsto em contrato para o mês de dezembro do ano passado.

A Agência Reguladora do Paraná informou que vai recorrer da decisão.

Veja, abaixo, como ficam as tarifas, com o aumento:

  • Automóveis: aumento de R$ 21,70 para R$ 23,30;
  • Motocicletas: aumento de R$ 10,90 para R$ 11,70;
  • Caminhão (3 eixos): R$ 58,50;
  • Automóveis com carreta de um eixo simples: R$ 35
  • Automóveis com carreta de eixo duplo: R$ 46,60
  • Veículos comerciais: R$ 19,50 (por eixo);
  • Ônibus: R$ 23,30 (por eixo)

1 Comment

  • Euclides Walker, 13/05/2021 @ 08:20 Reply

    Um dos principais culpados foi o próprio Roberto Requião, que se elegeu em cima do “pedagio abaixa ou acaba” além de não abaixar, continuou aumentando, aí vem este muleque de recados com este discurso demagógico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *