A campanha promovida pelo Governo do Estado estendendo o horário de vacinação nos municípios, tem como objetivo intensificar a aplicação da #vacina e também facilitar para a população que precisa de acompanhantes que só conseguem após o horário comercial. O chefe da civil Guto Silva tem percorrido algumas cidades visitando os prefeitos para acompanhar essa forte campanha.

Corujão da Vacinação em Piraquara. Foto: Guilherme Flores/Casa Civil

O Paraná iniciou nesta quinta-feira (15) a campanha Corujão da Vacinação, que estende o horário de aplicação das vacinas contra a Covid-19 até a meia-noite. A imunização com horário ampliado começou às 19 horas e foi realizada em 12 municípios: Campina Grande do Sul; Colombo; Cornélio Procópio; Jacarezinho; Londrina; Maringá; Morretes; Paranaguá; Pinhais; Piraquara, Pontal do Sul e Quatro Barras. 

O Governador Ratinho Junior e o Secretário de Saúde Beto Preto, Reforçaram a importância de comparecimento para a aplicação da segunda dose. Apenas as duas doses da vacina garantem a imunização completa. O Paraná já vacinou mais de 1 milhão de paranaenses!

Guto Silva reforçou que o Corujão da Vacinação se soma à campanha Vacina Paraná de domingo a domingo para agilizar a imunização no Estado. “O Corujão tem essa finalidade de poder estender o horário para facilitar a vida das pessoas. O Paraná tem pressa e com o apoio de prefeitos, de secretários municipais, montamos uma logística afinada para poder vacinar rapidamente grande parte da população”, disse Guto Silva. 

Chefe da Casa Civil, Guto Silva

Continua após a propaganda

Para ele, além de dar novo ritmo ao programa de vacinação, o Corujão vai ajudar a reduzir o número de pessoas que deixam de tomar a segunda dose porque não podem ou não têm quem as acompanhe aos locais de vacinação durante o expediente. Dados do Ministério da Saúde divulgados no início da semana dão conta que 1,5 milhão de brasileiros estão nessa situação. 

MAIS VACINAS – Em Piraquara, o chefe da Casa Civil também informou o Governo aguarda para as 23h30 desta quinta a chegada de um novo lote de vacinas enviado pelo Ministério da Saúde, a maior parte destinada a primeiras doses. “Teremos um grande volume para vacinar no sábado e no domingo. O importante é deixar toda a logística ativa, as secretarias municipais prontas para receber e aplicar rapidamente na população do Paraná”, afirmou.  

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, confirmou que estão sendo aguardadas 368.050 vacinas, e que 61% são destinadas à primeira dose. “Em poucas horas vamos receber esse novo lote e amanhã faremos a distribuição para as Regionais de Saúde. Assim que chegarem aos municípios, as vacinas vão rapidamente para os braços dos paranaenses, seja durante a semana, no fim de semana ou à noite”, disse. 

Beto Preto afirmou que a capacidade vacinação do Paraná pode chegar a 200 mil doses por dia. “Temos as salas montadas, equipes municipais, agulhas, seringas. Só precisamos de mais vacinas. Toda a estrutura está pronta para vacinar até 200 mil paranaenses por dia”, afirmou. 

REMÉDIO PARA A PANDEMIA – Quem também acompanhou o lançamento do Corujão da Vacinação em Piraquara foi o secretário estadual do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega, que definiu o Corujão como mais uma resposta do governo para que o Paraná saia rápido da crise sanitária e da crise econômica causada por ela. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *