A campanha, em parceria com cinco movimentos de cidadania, será lançada em uma live com a participação do autor da PEC do fim do foro, senador Alvaro Dias, do senador Oriovisto Guimarães, da deputada federal Adriana Ventura e do jurista Modesto Carvalhosa.

Diariamente, estamos reagindo aos absurdos da política brasileira. É preciso, no entanto, virar o jogo e retomar as pautas que podem transformar o país, prevenindo esses absurdos. O fim do foro privilegiado é uma pauta prioritária e urgente. A PEC 333/2017, de autoria do senador Alvaro Dias (PODEMOS-PR), está engavetada na Câmara dos Deputados desde dezembro de 2018. O presidente da Câmara, Arthur Lira, prometeu colocar essa PEC em votação ainda esse ano e, até agora, nada.

Após forte mobilização popular, a PEC foi aprovada no Senado e é necessário que a população se mobilize novamente para que o fim do foro seja aprovado na Câmara. Com esse objetivo, o movimento de cidadania GRITA!, que nasceu para inspirar os eleitores a levantarem sua voz e unirem esforços para eleger um Congresso Nacional que verdadeiramente represente a população brasileira, está lançando hoje, no Dia da Democracia, a campanha LIRA, PAUTE O FIM DO FORO. Será realizada, às 19 horas, a live OS EFEITOS SURPREENDENTES DO FIM DO FORO PRIVILEGIADO, com a participação do autor da PEC, senador Alvaro Dias, do senador Oriovisto Guimarães (PODEMOS-PR), da deputada federal Adriana Ventura (NOVO-SP) e do jurista e professor Modesto Carvalhosa.

Para o presidente do GRITA!, o engenheiro aeronáutico Luiz Maria Esmanhoto: “Não estamos em uma verdadeira democracia. No imaginário de nosso povo, e dentro de nossa cultura política, ainda estamos no tempo da monarquia. E ainda à espera de um salvador da pátria, uma espécie de rei temporário que viria para conceder benefícios em favor da nobreza e dos súditos. No atual parlamento – ou seja, a nobreza – não há qualificação e nem força moral para fazer as profundas reformas que são necessárias. O que agita o Congresso Nacional não são os graves problemas da sociedade, mas sim o estabelecimento de regras eleitorais que garantam aos parlamentares os recursos que esperam para concretizar suas ambições pessoais, o que sempre inclui a reeleição”.

O senador Oriovisto Guimarães defende que é necessário acabar com o foro privilegiado urgentemente e explica por que os processos de políticos na justiça não seguem em frente, e nem andam no Supremo Tribunal Federal: “Essas são as regras do jogo da legislação: os parlamentares, por terem foro privilegiado, só podem ser julgados pelo Supremo Tribunal Federal. Assim os congressistas dependem do STF. Mas, por outro lado, se no STF qualquer ministro cometer um ato que configure motivo para ser cassado, quem julga esse ato são os senadores. Então os processos de cassação de mandato de parlamentares não andam no STF e, em contrapartida, nenhum ministro é tirado do cargo por julgamento do Congresso Nacional. É um conluio onde os legisladores não julgam nenhum ministro do STF, e os ministros também não julgam os processos que estão parados há anos”.

A campanha LIRA, PAUTE O FIM DO FORO é uma iniciativa do GRITA! em parceria com os movimentos Brasil Consciente, Patriotas do Brasil, VemPraRua Independentes, Vem Pra Rua Jovem e VoteNet.

SOBRE A LIVE DE LANÇAMENTO DA CAMPANHA “LIRA, PAUTE O FIM DO FORO”:
Dia 25 de outubro, segunda-feira, às 19 horas.
Transmissão no YouTube e Facebook, nos links:
Link para assistir no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=KOjR54lyh18

Link para assistir no Facebook: https://www.facebook.com/105407161431971/posts/296906705615348

Sobre o Grita!

O Congresso Nacional existe há mais de 130 anos e tem como tradição se omitir diante dos problemas nacionais, sempre priorizando seus próprios privilégios. O GRITA! nasceu da indignação de cidadãos que não aceitam o descaso com as causas coletivas por parte dos políticos em exercício do Poder Legislativo.

O que fazemos:

  • Conscientizar e mobilizar os eleitores
  • Buscar e divulgar candidatos éticos, competentes e que se comprometam com a nossa pauta
  • Propor, acompanhar e reivindicar uma legislação que gere desenvolvimento sustentável do Brasil.

Contato

E-mail: [email protected]
Celular/WhatsApp: (19) 99757-1700
Twitter/Face/Insta/YouTube: @gritanetbr
LinkedIn: @company/gritanetbr
Visite: www.grita.net.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *