A visita da vereadora sargento Tânia Guerreiro desta segunda-feira (02), fez parte da agenda corrida da Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que veio ao Paraná para oficializar importantes ações.

Além de conhecer mais de perto sobre a Casa da Mulher Brasileira (CMB) que já realizou mais de 9,5 mil atendimentos somente em 2021 e em 2020, foram 24,3 mil, o governo federal através do MMFDH, já investiu mais de R$ 4,1 milhões do orçamento para políticas para mulheres no Paraná desde 2019.

O espaço reúne vários serviços públicos destinados às mulheres em situação de violência – como atendimentos especializados socioassistencial, de saúde, de justiça e de promoção da autonomia financeira.

O Programa Mulher Segura e Protegida implantado na cidade, integra a Política Nacional de Enfrentamento à Violência Contra as Mulheres e as ações do Plano Nacional de Enfrentamento ao Feminicídio.

“Precisamos pensar como poder público em ações de enfrentamento contra qualquer forma de violência contra as mulheres, sejam com palestras, campanhas de divulgação dos canais de denúncia e trocas constantes com a sociedade. A população entendendo sobre a importância da conscientização e da denúncia, nós pensaremos em melhores políticas na defesa dessas mulheres”, disse a vereadora.

Em Curitiba, concentra no mesmo local o serviço de acolhimento e apoio psicossocial (assistentes sociais e psicólogas), a Delegacia da Mulher, a Defensoria Pública, o Juizado de Violência Doméstica e Familiar, o Ministério Público, a Patrulha Maria da Penha, programas voltados à autonomia econômica das mulheres e brinquedoteca.

O atendimento presencial segue todas as medidas sanitárias recomendados pela Organização Mundial da Saúde e as diretrizes da Secretaria Municipal da Saúde, com o uso dos EPIs (Equipamento de Proteção Individual).

Mais informações Casa da Mulher Brasileira:

Telefone: (41) 3221-2701 / 3221-2710

E-mail: [email protected]

Horário de atendimento: Diariamente, das 0h às 24h

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *