A crise econômica provocada pela pandemia de coronavírus atingiu vários setores da sociedade paranaense, principalmente os das classes menos favorecidas que perderam postos de trabalho e estão com dificuldades de sobrevivência, mas em Maringá, o prefeito Ulisses Maia (PSD) mostra estar preocupado com os carentes e aprovou lei para repassar auxílio emergencial de R$ 600 para os necessitados.

Já em Curitiba, o prefeito Rafael Greca (DEM) só oferece ajuda aos milionários proprietários das empresas de transporte coletivo, este ano estão levando R$ 30 milhões todos os meses, até junho, enquanto os mais pobres estão esquecidos pela atual administração.

Por: Tupan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *