No litoral do Paraná, a prefeitura de Matinhos está exigindo o título de eleitor para aplicar a vacina contra a Covid-19. Segundo a prefeitura, a medida foi adotada para evitar que pessoas que tenham apartamentos ou propriedades na cidade se vacinem no município, mesmo morando fora.

A cidade está avançada na vacinação por faixa etária, em comparação com outras cidades do Paraná.

Em Curitiba, por exemplo, que fica a 100 km de Matinhos, a prefeitura está vacinando pessoas com mais de 53 anos. Enquanto isso, a cidade litorânea está imunizando moradores com 35 anos ou mais.

O secretário de Saúde de Matinhos, Paulo Henrique de Oliveira, disse que o município tem registros de várias pessoas que se imunizaram por terem casas de veraneio no litoral, mas moram em Curitiba.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, afirmou que o título de eleitor não pode se tornar em um obstáculo para a vacinação de qualquer pessoa. E entrevista ao telejornal matinal Bom dia Paraná, da RPC, afiliada da Rede Globo, o secretário disse ainda que a Regional de Saúde de Paranaguá deve fazer uma nova orientação para resolver o problema.

“Se esse cidadão mora lá, ele deve ter seu vínculo na unidade de saúde, tem uma conta de água, conta de luz, comprovante de residência. O título de eleitor apenas não pode ser um obstáculo para que o cidadão seja vacinado”, disse.

Por bem paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *