O senador Jorge Kajuru (Podemos-GO) recorreu da decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Kassio Nunes Marques, que negou sua ação para que a Presidência do Senado analise se acolhe seu pedido de impeachment contra o ministro Alexandre de Moraes, também membro da Corte.

Em manifestação enviada ontem a Nunes Marques, Kajuru pediu que o ministro encaminhe o tema para análise da Segunda Turma ou do plenário do STF. Não há prazo para que o ministro analise o pedido.

O parlamentar fez comparações com a decisão do Supremo que determinou a instalação da CPI da Covid, que tem como alvo principal a gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). “Talvez a diferença seja a capa. Aquele [recurso sobre CPI], buscava atingir um alvo em específico. Neste [recurso sobre impeachment de Moraes], o alvo seria um ministro da Suprema Corte e vosso par”, traz o documento assinado pelos advogados de Kajuru. Para instalar uma CPI da Covid, tudo bem? Agora, requerer o cumprimento do mesmo regimento e dispositivo constitucional para dar prosseguimento ao processo de impeachment de um ministro do STF, denega-se monocraticamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *