Sem as mordaças da censura, Eustáquio escancara o “golpe” de Renan, Aziz e Randolfe.

Em live realizada recentemente, o jornalista Oswaldo Eustáquio denunciou ao canal Os Bastidores de Brasília, parceiro do Jornal da Cidade Online, o rito do golpe tramado contra Bolsonaro.

  1. O relatório de Renan Calheiros, que já estava ‘pronto’ antes da CPI, concluirá que Bolsonaro é corrupto e genocida;
  2. O Relatório seguirá para a Câmara dos Deputados, pedindo abertura de um processo de impeachment contra Bolsonaro;
  3. O Presidente da Câmara, Arthur Lira, não abrirá o processo;
  4. O STF vai determinar a abertura do processo de impeachment, da mesma forma que fez com a determinação para o Senado abrir a CPI da COVID;
  5. Parte do centrão trairá Bolsonaro e votará seu afastamento com a esquerda; e
  6. Os movimentos de esquerda irão em massa para as ruas pedir o impeachment de Bolsonaro.

Certo ou não, Eustáquio alerta que o povo brasileiro precisa ir às ruas para frear este golpe.

O próximo passo do golpe é a conclusão do Relatório.

Veja abaixo o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *