O primeiro suplente do PSD, o ex-vereador Mestre Pop, já escolheu o terno caso retome a cadeira na Câmara Municipal de Curitiba nos próximos meses, no lugar do vereador cassado Eder Borges, por irregularidades na prestação de contas da eleição de 2016.

Pop está na expectativa de voltar para o legislativo e assim retomar o trabalho social de ensinar capoeira nas escolas da região do Tatuquara e assim conseguir retirar as crianças das ruas onde a marginalidade é uma constante.

Rodrigo Reis, candidato também está na expectativa de iniciar ou continuar o legado deixado por sua mãe Julieta Reis no legislativo, advogado e bolsonarista, os próximos meses serão decisivos.

Até hoje pela manhã, os advogados de Borges não tinham protocolado o recurso, mas ele tem prazo até quarta-feira, dificilmente ele vai se manter no cargo do legislativo de Curitiba, tudo indica que o primeiro suplente, o ex-vereador Mestre Pop, vai herdar a vaga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *