O presidente dos Estado Unidos, Donald Trump, neste sábado (2/1), anunciou em seu Twitter que as evidências da possível fraude eleitoral serão apresentadas no dia 6 de janeiro, durante a Sessão Conjunta do Congresso.

“Grandes quantidades de provas serão apresentadas no dia 6. Ganhamos, grande!”, publicou Trump.

O conselheiro de Trump, Jason Miller, disse à Newsmax no início da semana que a equipe pretende apresentar mais evidências.

“Teremos uma chance diante do povo americano, na próxima semana, de apresentar esses casos, todas essas evidências de fraude”, disse Miller.

Se os legisladores contestarem os votos do Colégio Eleitoral estadual, a campanha de Trump fará sua apresentação.

O presidente, ao fazer seu anúncio para 6 de janeiro, retuitou a postagem do senador Josh Hawley, onde disse que milhões de americanos estão “preocupados com a integridade eleitoral” e “merecem ser ouvidos”.

“Alguém tem que se levantar. 74 milhões de americanos não estão indo para ser contada suas vozes não importam”, afirmou Hawley.

Trump também convocou seus apoiadores para participarem de comícios e eventos em 6 de janeiro, incluindo um em Washington DC, às 11h.

Cerca de 40 legisladores republicanos anunciaram que contestariam os votos do Colégio Eleitoral durante a Sessão Conjunta do Congresso de 6 de janeiro, devido às possíveis fraudes e irregularidades durante a eleição de 3 de novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *