Outra tentativa de distorcer a realidade das declarações do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro…

A repórter da Folha de S.Paulo, Renato Machado, retirou a fala do presidente do contexto e deu a entender que ele não estaria preocupado com a imunização dos brasileiros contra a covid-19; quando, na verdade, ele explicava que não se importava com a correria imposta por alguns governadores estaduais.

As declarações foram dadas após um passeio que o presidente fazia pelos arredores de Brasília, no sábado (26). No momento em que ele falava com os apoiadores, a imprensa se aglomerou e o questionou sobre a pressão que alguns gestores estaduais estariam fazendo para que fosse liberada, logo, uma vacina para o coronavírus. Solícito, Bolsonaro responde:

“Ninguém me pressiona a nada. Não dou bola pra isso”, disse, referindo-se, por exemplo, à falta de paciência de governadores como o de São Paulo, João Dória (PSDB), que “determinou” vacinação obrigatória no estado com a CoronaVac; mesmo sem o imunizante ter sido aprovado por agências sanitárias do Brasil ou da China.

Em seguida, ele completa:

“É razão, razoabilidade, responsabilidade com o povo. Você não pode aplicar qualquer coisa no povo. Tudo o que eu vi, até agora, eles (fabricantes) não se responsabilizam por qualquer efeito colateral”, afirmou, preocupado, com as consequências dos fármacos.

Confira:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *