Donos de empresas do setor de turismo e restaurantes enviaram em junho pedido para retomar a mudança no relógio

Empresários dos setores de turismo e restaurantes que levaram a Bolsonaro, em junho, um pedido pela volta do horário de verão comemoraram a fala do presidente sobre o assunto nesta segunda-feira (2).

Informa a Folha de S.Paulo que, em entrevista à rádio ABC, do Rio Grande do Sul, Bolsonaro disse que a mudança no relógio pode ser retomada se tiver apoio da maioria da população.

Em julho, o presidente disse que era contra a medida porque mexe no relógio biológico. A extinção do horário de verão foi uma das primeiras ações do governo Bolsonaro, tomada por decreto em abril de 2019.

O Movimento pelo retorno do Horário de Verão, que foi lançado no Paraná pela ABRABAR/CNTur e que conta com o apoio de várias Entidades Estaduais/Nacionais, especialmente de diversas atividades econômicas diversas, começa a ganhar corpo e força no Governo Federal, principalmente no novo discurso da Presidência da República!

Para Fabio Aguayo, diretor da ABRABAR/CNTur, agora, a ideia é reforçar a nova fala de Bolsonaro com parlamentares na volta do recesso da Câmara e do Senado. “Deu um primeiro passo. Tem que ter mente aberta nesse momento que todo mundo está buscando uma solução”, diz.

Segundo ele, a proposta não tem cunho político e busca gerar negócios e empregos. As entidades têm argumentado que o a volta do horário de verão poderia beneficiar os setores de turismo e restaurantes porque estenderia o horário de suas atividades.

Continue lendo na Folha de S.Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *