O apresentador Emílio Surita, do programa Pânico, da Jovem Pan disse que está claro que há uma campanha para derrubar o presidente Jair Bolsonaro.

“A mídia é muito cruel com o Bolsonaro … é muito cruel o que fazem com ele”, disse Surita.

E o apresentador faz questão de mostrar que sua análise é neutra politicamente:

“Eu não tenho assim paixões politicas … o Brasil sempre foi uma merda e sempre a gente acreditou … e o Bolsonaro, com aqueles caras que estavam na rua, porra agora vai … mas quando a mídia canoniza o Renan (Calheiros) … não tem jeito, o Brasil não tem jeito”.

No vídeo, publicado no canal do deputado federal Eduardo Bolsonaro, nesta quinta (6), o entrevistado do programa, o vereador Nikolas Ferreira, de Belo Horizonte-MG, ressaltou os feitos do governo, até a chegada da pandemia e do fique em casa, que atrapalhou todo o processo.

Nikolas afirmou que a narrativa da grande mídia não é aceita pelo trabalhador:

“Os caras da Globo fazendo jornalismo na rua e trabalhando, mas mandando a galera ficar em casa e o trabalhador se ferrando … porque que essas narrativas não colam? Por que o único político que esta me defendendo pra eu poder voltar a trabalhar é o Bolsonaro”.

Emilio Surita lembrou que nunca tinha visto antes as pessoas sairem na rua para apoiar presidente no Brasil, como tem acontecido com Bolsonaro, o que ficou mais evidente, no último 1º de Maio.

“Você só sai na rua pra derrubar presidente … eu nunca vi um negócio desse … manifestação de apoio”, completou Surita, repudiando qualquer pesquisa que mostre o povo contra Bolsonaro.

“Tem alguma coisa aí que eu não sei o que é”.

Confira:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *