Marcos Roberto, conhecido como Vandathegod, afirmou que invadiu site da Corte de forma simples

O hacker Marcos Roberto Correia da Silva, conhecido como Vandathegod, preso em março deste ano por participar do megavazamento de dados de 223 milhões de brasileiros, disse que é possível alterar os resultados da apuração das eleições. A declaração foi dada por ele em uma entrevista ao deputado Filipe Barros (PSL-PR).

Marcos, que foi um dos capturados na Operação Deepwater, da Polícia Federal, também invadiu o sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) durante as eleições de 2020, o que resultou em um atraso da contagem de votos. Questionado por Barros se seria possível violar o processo de apuração, ele respondeu positivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *