No dia 6 de janeiro de 2021 teremos uma verdadeira noção do quanto deixamos nossa liberdade, nossos valores, nossas famílias e religiões em mãos de pessoas erradas; pode-se dizer que isso aconteceu no mundo todo.

Nosso comodismo, nossa preocupação com dinheiro, trabalho ou até adquirir bens para nós, nossos filhos e familiares fez com que fôssemos aceitando dia-a-dia as imposições de uma classe militante, “justiceira”, corrupta, bandida e ditadora.

Fomos reclamando uns para os outros e deixando as situações ocorrerem sem tomarmos a providência. Isso aconteceu no mundo todo e durante anos. Aqui no Brasil, vamos falar a verdade, carnaval e futebol contribuiram mais ainda para ficarmos “cegos”, não cegos dos olhos, pior… “Cegos no cérebro, na inteligência”.

Algumas pessoas começaram a abrir os olhos em 2013, 14, 15 e até hoje; outras; ainda estão querendo abrir e muitas acham que já abriram. Certo, mas o que tem a ver o dia ‘D’ com o dia 6 de janeiro de 2021, dia de Reis?

O dia 6 de janeiro de 2021 está sendo o dia em que o mundo terá noção do tamanho do mal que fizemos para nós em deixar as coisas corrererem, não ir para cima, acomodar-se. A maior força da democracia no mundo nos mostrará até onde erramos.

As eleições nos Estados Unidos foram uma prova que tudo está dominado pelo errado, e saberemos até onde. Vimos muitas provas de cédulas fraudadas, votação de mortos, desvio de votos em urnas eletrônicas, entre outros. Indiferente de quem sejam os candidatos, só o fato de isso ser aceito, mostra o quanto nossos valores foram derretidos. Como pode alguém aceitar que seja validado e até encobrir erros de uma eleição dita “democrática”?

Queremos que a verdade seja dita, mostrada e comprovada. Sem segredos, jeitinhos e obscuridade. Que o eleitor tenha certeza que seu voto foi válido e não roubado para proteger uma ideologia.

Os tempos estão sombrios no mundo todo e nós brasileiros poderemos ser a bola da vez, sendo que aqui já sabemos o resultado. Se tivermos que depender de ministros do STF, ou de pessoas que levam cachorrinho, vovó, netinhos, bandas e carros de som que servem apenas para palanque para futuros e atuais políticos, estaremos no fundo do abismo com certeza.

Não continuemos “cegos”. Dessa maneira que vamos só conseguiremos um dia de sol, muita conversa e fotos para postar. Precisamos ser mais incisivos no que queremos, mais claros, específicos, firmes. Com sorrisos e samba não conseguimos nada, basta vermos as últimas atitudes de nossos “Poderes Eleitos Pelo Povo” e o judiciário.

O Dia de Reis será marcado esse ano. É quando saberemos se estamos na beira ou no fundo do abismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *