A prefeitura de Curitiba anunciou lockdown na capital paranaense a partir da meia-noite desta sexta-feira (12). A decisão foi anunciada pelo prefeito Rafael Greca (DEM), em um vídeo divulgado para a imprensa e publicado nas redes sociais na noite desta sexta-feira. A medida se estende até a madrugada do domingo, dia 21, para segunda-feira, dia 22, como parte do combate ao agravamento da pandemia de coronavírus na capital.

Neste período, só poderão funcionar supermercados, farmácias, postos de gasolina e serviços essenciais da cidade, como limpeza pública. Comércio, indústria e serviços estão proibidos de abrir na cidade, indicou o prefeito. “É um esforço imenso, que não é para gerar desânimo. É para provocar esperança. Vai passar, nós vamos vencer”, disse.

Nesta sexta-feira, a cidade bateu o recorde de mortes, segundo boletim da Secretaria Municipal de Saúde (SMS): foram 34, sendo 20 óbitos nas últimas 48 horas.

Margarita e eu estamos aqui para dar um recado que não Gostaríamos, nossa cidade tem 1031 leitos UTI covid SUS, 566 leitos clínicos e 465 UTI, nos últimos 15 dias com a nova escalada do coronavirus nós abrimos 154 leitos de UTI e 240 leitos clínicos nas UPAs, as nossas equipes de saúde estão exauridas, esses números são só do SUS Curitibano municipal mas à outros tantos leitos de UTI do sistema privado, o que eu não gostaria de dizer mas vim aqui cumprir o meu dever é que o Brasil adoeceu, adoeceu de uma nova Cepa feroz em transmissão, rápida em Contágio, eficaz em matar e o que é muito triste inclusive em matar os mais jovens, eu quero estar aqui não para consultar os meus medos, mas sim para lhes dizer da minha esperança e do meu sonho, eu quero ver Curitiba curada, nós não podemos podemos cair ou errar, mas nós podemos pensar em tudo que ainda podemos fazer, para que ninguém morra sem assistência, para que os 50 respiradores que hoje nós compramos, em que pensávamos que ia durar perto de 15 dias e se esgotaram em um único dia, para que os 240 leitos das UPAs transformadas em um hospital de campanha com quatro paredes, com rede lógica com o oxigênio é nós pensávamos que não ficar vazios por um bom tempo, já estão totalmente cheios, então nós temos que tomar uma atitude mais drástica, eu atendo a pelo do Conselho Regional de Medicina, do COREN do Conselho Regional de Enfermagem e profissionais de enfermagem, do ministério público da saúde, do Ministério Público do Paraná, do Poder Judiciário, inclusive do Tribunal de Contas do Paraná, eu atendo apelo da minha secretária de saúde Márcia Cecília Huçulak, que é tão valorosa e que honra tanto a causa do trabalho, acima das dificuldades, para dizer que hoje a partir da meia-noite eu estou decretando Lock Down na cidade de Curitiba, por oito dias, desse sábado que vai nascer, até a outra semana no domingo, 9 dias, estou decretando, é um esforço imenso para evitar a transmissão, pela primeira vez teremos lockdown, nunca havíamos tido, eu acompanhei o governador do lado do pico em julho do ano passado fazendo alguns dias de restrição severa, fizemos restrição severa recente, mas agora vamos fazer lockdown total, e ainda amanhã os supermercados estarão abertos e durante todos os dias da semana que vem os supermercados estarão abertos, os postos de gasolina também, as farmácias também, os serviços essenciais de limpeza pública da cidade coleta de lixo também, mas as obras públicas não vão funcionar e nós vamos proibir o funcionamento da indústria, do Comércio e dos serviços dessa cidade que nos é tão cara, é um esforço imenso que não é para gerar desânimo, mas é para provocar esperança, vai passar nós, vamos vencer nós temos vacina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *