Em reunião nesta segunda-feira (17) os deputados que integram a Comissão Especial criada na Assembleia Legislativa do Paraná para apurar possíveis irregularidades na ordem de vacinação contra a Covid-19 no estado aprovaram um requerimento de diligência para a cidade de Apucarana. Segundo o presidente da Comissão, deputado Delegado Francischini (PSL) a ida à cidade é essencial para apurar o caso da suposta enfermeira que foi presa sábado (15), a pedido do Ministério Público, acusada de oferecer doses da vacina contra a Covid-19.
Os deputados também aprovaram dois pedidos de informações.

O primeiro endereçado à Prefeitura de Apucarana solicitando informações sobre a falsa enfermeira e as doses que ela estava vendendo e que teriam sido desviadas. O outro encaminhado à Prefeitura de Londrina é sobre a troca de vacinas que teria ocorrido entre aquela cidade com Curitiba. A Prefeitura de Londrina, conforme denúncias que chegaram à Comissão Especial, teria emprestado 4.500 da vacina do laboratório Astrazeneca e devolvido 4.500 doses da Sinovac.Também aprovado pelos deputados um pedido de informação para que a Prefeitura de Curitiba, através da Secretaria de Saúde explique os motivos da vacinação em profissionais de uma empresa de planos de saúde.
“Vamos aguardar essa resposta para depois analisarmos se será necessária ou não a convocação da secretária de Saúde para dar explicações à Comissão”, disse o presidente do grupo. “Também chega até nós a denúncia de que a PUC teria vacinado todos os alunos dos cursos da área da Saúde, desde o primeiro ano de curso”, relatou Francischini.
Umuarama – A diligência até a cidade de Umuarama que seria realizada na semana passada e que foi adiada deve acontecer nesta semana, junto com a diligência na cidade de Apucarana. O deputado Michele Caputo (PSDB) disse que a “situação em Umuarama é muito grave” e que é preciso verificar. O presidente da Comissão relatou que recebeu informações graves sobre o esquema na cidade.A diligência dos deputados em Apucarana e Umuarama deve ocorrer entre quinta (20) e sexta-feira (21).Participaram da reunião, além de Francischini e Michele Caputo, os deputados Nelson Justus (DEM), Hussein Bakri (PSD), Delegado Jacovós (PL) e Arilson Chiorato (PT).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *