Entre as principais pautas dos manifestantes estão o fim do isolamento social decretado por alguns governadores e a adoção do voto impresso auditável.

Manifestações a favor do governo Jair Bolsonaro acontecem neste sábado, 15, em vários pontos do Brasil. Em Brasília, o ato começou na Esplanada dos Ministérios por volta das 9 horas. O presidente compareceu aos protestos e disse que os ministros de seu governo estão “perfeitamente alinhados com o propósito de servir à pátria e preservar a liberdade com o sacrifício até da própria vida, se necessário for” e que o Brasil se manteve de pé “graças ao homem do campo”. Bolsonaro disse, ainda, que se o Congresso Nacional aprovar o projeto de Bia Kicis, o Brasil terá voto impresso em 2022. Mais cedo, Bolsonaro almoçou com produtores e empresários do agronegócio e chegou na manifestação à cavalo para discursar aos seus apoiadores.

Os manifestantes, como de costume, vestem camisetas verde e amarela, portam bandeiras do Brasil e levam cartazes pedindo intervenção militar. Entre as principais pautas estão o pedido pelo fim do isolamento social decretado por alguns governadores em decorrência da pandemia da Covid-19 e também a adoção do voto impresso auditável, um projeto encabeçado pela deputada federal Bia Kicis que garantiria a legitimidade das eleições, sem a possibilidade de fraudes. Os grupos também protestam contra os ministros do Supremo Tribunal Federal e pedem mais liberdade ao povo brasileiro. No Rio de Janeiro, os atos ocorreram em Copacabana. Em São Paulo, manifestantes se encontram na Avenida Paulista, em frente ao prédio da Fiesp.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *