A CCJ da Câmara, agora presidida pela bolsonarista Bia Kicis, tirou da gaveta um projeto de lei que limita os poderes de ministros do STF na concessão de medidas liminares de forma monocrática.

Apresentado em 2018 por João Campos, do Republicanos de Goiás, o projeto entrou na pauta da comissão desta terça, 23. Seus defensores pretendem frear o que chamam de “ativismo judicial”.

1 Comentar

  • AFONSO ALCIONI ELIZIA SIMOES WOTEOBA, 23/03/2021 @ 20:19 Reply

    Eles são do poder Judiciário.
    Não cabe a eles Legislar, então que se coloquem em seus devidos lugares. Estão atrapalhando o desenvolvimento de nosso querido Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *